sexta-feira, 30 de março de 2012

Theatro Municipal

Como havia comentado antes, fui ao Theatro Municipal para assistir a uma ópera pela primeira vez. Aproveitei para tirar algumas fotos, tudo lindo lá dentro. Eu não era única. O local estava disputado!!
As primeiras fotos foram tiradas no Salão Nobre.


Estas duas primeiras fotos foram tiradas com o zoom do celular: sem definição.



Quadro de Oscar Pereira da Silva.
Hall de entrada.
Foto da sacada.

A próxima foto eu tirei minutos antes de começar a ópera. Definitivamente, comprei um lugar ruim, mas tudo bem, pois agora aprendi o mapa do Theatro. :)
E que venham outras visitas!!

sábado, 24 de março de 2012

Centro, sempre o Centro!

Sábado, dia de dar uma volta por aí. Dia de caminhar pela cidade e ir até à Galeria do Rock. Dia de registrar a arte urbana.

Rua Conselheiro Crispiniano. Quando era criança, minha mãe comprava discos aqui, no Museu dos Discos.



Conselheiro Crispiniano x 24 de maio. Aqui funcionava uma loja das Casas Bahia, mas depois eles foram para o prédio do antigo Mappin.

terça-feira, 20 de março de 2012

Centro à noite

Fui ao Teatro Municipal, em fevereiro, para assistir a uma ópera. Já havia entrado antes para assistir pequenas apresentações de piano, mas no salão principal era a primeira vez.
Fiquei maravilhada com tudo, tirei muitas fotos (que pretendo postar mais adiante), mas esta foi a que mais cativou meu coraçãozinho paulistano. Não nego que adoro o Centro antigo, se pudesse moraria lá (e olha que nem estou muito longe), mas sonho todos os dias com essa imagem. Algo muito romântico de minha parte.
É a imagem perfeita do Centro, tirada de dentro de um dos locais mais simbólicos da cidade.
P.S.: Notem a perda de definição, foi tirada sem flash, sem zoom, mas a bateria estava acabando. Já notei que com a bateria no fim, a câmera do celular começa a ficar "um pouco estranha". :)

domingo, 18 de março de 2012

Cidade Universitária

Demorei muitos dias para postar, mas a verdade é que eu demoro para descarregar as fotos do celular...

Sempre estou na USP, adoro o local, as árvores, o clima. E acho que este semestre será o maior tempo que me manterei afastada de lá. Espero que volte logo! Não consigo ficar sem a Universidade.
Tirei a foto com o zoom, mas, infelizmente, saiu péssima. Depois de três anos com o celular, começo a notar o que está falhando nele. Uma das coisas é a definição.
Mas tudo vale como experiência e vale o momento bonito registrado: um casal namorando no gramado. Sou muito romântica! :)




terça-feira, 6 de março de 2012

Ilha Anchieta - Parte 2

O presídio da Ilha Anchieta, projeto de Ramos de Azevedo, foi inaugurado em 1908. Inicialmente, era uma colônia correcional. Foi desativado em 1914, mas voltou a abrir em 1928, onde virou presídio político.
Acabou sendo desativado após a rebelião de 1952.
Dentro, há uma exposição com fotos e jornais da época, relatando mais sobre o dia a dia dos presidiários e a notícia da rebelião.

Ao fundo vemos o prédio da Administração e nas laterais as casas dos presos.
 
As casas poderiam abrigar até 30 presos. 
  

 

Ok, reconheço que tirei mais fotos do presídio, mas essas construções carregam tantas histórias que me fascinam.

domingo, 4 de março de 2012

Ilha Anchieta - Parte 1

No final do ano passado, fui para Ubatuba. Vou com certa frequência, já que minha irmã mora lá, mas pela primeira vez visitei a Ilha Anchieta.
O passeio dura por volta de 3 horas, sendo que a ilha fica a meia hora do continente, mas, graças ao meu cunhado, fizemos um passeio muito especial, onde ficamos o dia todo, chegamos por volta de 9hs e saímos de lá às 17hs.
A ilha é um lindo local de preservação e possui as ruínas de um antigo presídio (obra de Ramos de Azevedo), desativado na década de 50. Paga-se uma taxa de R$ 12,00 para entrar na ilha e vale muito a pena.
Dividi o post em duas partes: a primeira dedicada a fotos de natureza e a segunda parte terá fotos do presídio.

Primeiro passamos pelo antigo presídio. Dentro há uma exposição falando sobre as espécies que há na ilha e informações sobre o antigo presídio.
Esta é a primeira praia que vemos, assim que chegamos. Não é muito recomendável, pois sempre há barcos ao redor.
Após uma pequena caminhada, chegamos a esta outra praia, ótima para ver alguns peixes marinhos.
Lindo local, água cristalina!